nos sempre fomos iguais amigos leais
filhos da mãe que não conheceram o pai
me recordo da infancia de todas as fitas
ti trago como irmã por toda essa vida
agora no momento exato seu enterro
meu foi mais felicidade que veneno
pra ser cincero eu devia ta no seu lugar
poucas pessoas iriam lamentar
até um certo ponto sempre era nois
um dia falou de deus ouvi a voz
violencia essa vida não nos levara
a paz que um guerreiro merece desfutar
eu não quiz parar você foi estudar
cada um no seu caminho quem vai chora
suas palavras eu quero mudar tudo
encinar pras crianças mostra o mundo
sempre disse essa tem o privilegio
de se manter inocentes nesse universo
nem tudo está perdido você acreditava
enquanto um do bom era eu degustava

a vida ainda se mantem cruel

você foi o mais firme o mais fiel

me lembro encarsero você me escrevia
feliz falando do nascimento da sua filha
a ela deu o nome de maria santa
em quem depositava sua esperança
na escola dando aula pra pivetada
dificil porque do estado nunca vem nada
me mandou alguma fotografia da rua
na quebrada as crianças pareciam puras
felicidade foi o sentimento que pude lé
linhas escritas por quem gosta de viver
na memoria a adolecencia vai a mil
quero crescer e ganhar dinheiro no brasil
a falta de grana nos levou a logares
você queria outra vida eu fiquei nos bares
tramando com os vagabundo loko
sou azarado não consegui ser o morto
você já era mais que um religioso
acreditava reconheceria meu corpo
eu era ruim de mais voce bom de mais
eu odiava muito e voce amava mais
deus foi injusto deus por que agora
olha a filha do meu mano como ela chora

a vida ainda se mantem cruel

você foi o mais firme o mais fiel

olha quanto amor que dia lindo hoje fez
deus ti deu melhor com estilo é sua vez
lamentavel a violencia você não gostava
aquele muleque ria enquanto atirava
mais eu sei por ele você rezava
a gente também creseu nessa quebrada
que a nação esqueceu finjiu que não vio
se lembra quando nois observava aquele tio
a imagem dele sempre foi de apavora
nessas condições fudido não quero estar
na rua comendo o lixo de alguém
eu velho pensando na sorte que não vem
imaginando que gosto as coisas tem
propagandas e drogas me tornaram refém
voce foi o unico orando ao meu favor
senti sua presensa quando o porco desparo
ainda acho que os papeis se invertero
o que que eu to fazendo aqui no seu enterro
fui suicida durante toda a minha vida
chora pelo irmão é assim que deus castiga

a vida ainda se mantem cruel

você foi o mais firme o mais fiel

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir