Voa, condor branco
Bem alto e vai levar
Esse recado pra ela
Vir me namorar

Que eu tô solitário
Nesse infinito rural
Que eu tô morrendo
A cada passa do pôr do sol

Bate essas altas asas
Pelo céu azul
Leva meu pranto
Ao sabor do vento do sul

Solta no alto todo esse
Meu canto de dor
Que minha voz se afogou
Em lágrimas de amor

Lá atrás da minha casa
Passa um rio ou mar
E um cheiro de mangá
Vem pro ar

No pé de carambola
Ainda está lá
O coração que eu desenhei
Pra te ofertar

Quando minha nuvem alada
Você voltar
Traga, por favor
Um jeito de me avisar

Uma folha de hortelã
Zela e pra me aceitar
E um galho seco, qualquer cela
Não mais me amar

Mas volta, pássaro de neve
E venha ver
E não se culpe
Com o que possa me acontecer

Pois nada é pior que
Ficar vivo sem conhecer
A mesa de um novo dia
Da noite ao amanhecer

Lá atrás da minha casa
Passa um rio ou mar
E um cheiro de mangá
Vem pro ar

No pé de carambola
Ainda estava lá
O coração que eu desdenhei
Pra te ofertar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir