Partiu, a estrada é logo ali
Por que devo desviar?
O veneno que te faz sorrir
Chapada pra variar

Copos e garrafas em casa ou no bar
O fogo acende o vício, agora fodeu
Na ponta dos dedos custa a lembrar
Até aqui quem perdeu?

E ela disfarça a vida que sonhou então
Noites rasgadas, na lâmina do cartão
E é tão sem graça, mesmo assim ela finge sorrir
A felicidade encontrou embaixo do seu nariz

Enrola e como me enrola, enrola os problemas na saia de seda
Enrola e como me enrola, enrola os problemas na saia de seda

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir