Você é chuva nessa terra seca
Provoca muitas sedes ao me olhar
Se eu meto a boca nessa água fresca
Não sobra uma gota pra contar

Na minha mão ainda tem seu cheiro
Esfrego no meu corpo pra lembrar
Tua língua molha o meu cerrado inteiro
Sedento por teu beijo me inundar

Me esquenta antes de comer
Engole sem me mastigar
Agite antes de beber
De gota em gota eu viro o próprio mar

Eu vou te derreter com meu calor
Ô, ô, ô, ô
Eu vou te derreter com meu calor
Ô, ô, ô, ô

Eu vou te derreter com meu calor
Ô, ô, ô, ô
Eu vou te derreter com meu calor
Ô, ô, ô, ô

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir