exibições 25

Desinício

Foto do artista Octávio CardozzoOctávio Cardozzo


Vejam só
Que mundo rápido
Todos correm
São vidas frenéticas

Quem pegou o meu lugar?
Quem roubou aquele sonho?
É preciso trabalhar
Vender a vida que resta

Almejar
O topo sólido
Todos se fodem
No abismo mágico

É preciso disputar
Competir com o quem se ama
Vencer na vida pra comprar
A ilusão do bem-estar

Reprogramar o seu instinto
Desviar o seu destino
Conduzí-lo ao rumo esperado
Pelo mundo civilizado

Desconstruir a sua infância
Adicionar desconfiança
E seguir regrando a dança
Do sonho industrializado

Se jogar
De um edifício
Vida que escorre
Com gosto de lágrima

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir