exibições 65.451
Foto do artista Os Monarcas

Sonhando na Vaneira

Os Monarcas


Hoje é dia de surungo lá no rancho da tia Nena
Já passei água de cheiro e glostora nas melenas
Chego a trote bem garboso arrastando minhas esporas
No corcovear da vaneira vou bailar a noite inteira
Até o romper da aurora

(Quando eu entro num surungo minh'alma fica serena
Me sinto dono do mundo bailando com esta morena
Me sinto dono do mundo bailando com esta morena)

Morena minha morena dos lábios cor de pitanga
Ai não tem mamãe não deixa ai não tem papai se zanga
Sou vivente da campanha meu mundo não tem assombro
Embora o teu pai não queira no embalo da vaneira
Tu vai sonhar no meu ombro

Gaiteiro velho gaiteiro não deixa a gaita parar
Que a morena no meu ombro já começou a sonhar
Quando a coisa fica boa a noite morre pequena
Juro por toda a minha gente nunca vi poncho mais quente
Que os braços desta morena

O galo cantou mais cedo calou-se a gaita manheira
Acabou-se o mundo bonito sonhado nesta vaneira
Tá na hora vamo embora grita tia lê lá na sala
Saio arrastando a chilena e o perfume da morena
Levo nas franjas do pala

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: João Pantaleão Gonçalves Leite / Pedro Neves · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por gracieli
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.