exibições 13.484

Dinheiro Sujo

Pacificadores


O corre é pesado, dinheiro sujo é quem garante o baseado.
Carreta louca e as dona do meu lado.
Grana no bolso é quem eleva meu status.
Aonde quer que eu vá.
Deixa o boy vim. Vem fazer negócio...eu gosto bem assim.
Seu vício é meu sócio...traz grana pra mim.
Busque o que é nosso. Pague o seu fim
Com a grama que vai te matar

Dinheiro sujo sujou, sua alma te condenou
Dinheiro acompanhado ao sangue, problema virou.
Que polui mente fraca e deixa os menor afoito,
Dinheiro que sujou de sangue sapeca de 38.
Não é bem só vai e vem, por isso sempre acabando,
Lema dos malandro; ficar rico ou morra tentando.
Dinheiro sujo traficou colt israelense

E quem empunha tá no corre botando terror e suspense.
Quina dos banda inflamada, grama trazendo as moeda,
Abastecendo, poluindo, maldade na atmosfera.
Sem o real não exitou, fez o corre do canhão,
Tiro pro alto anunciou, sujou pólvora na mão.
Fazendo o corre tá a mil e s semblante sorridente
Vai abastecer mas também quer tá com o nariz dormente.
Fim da noite, foi ganho, sentimento meio estranho
Puta de olhos castanhos por dinheiro te amando

O corre é pesado, dinheiro sujo é quem garante o baseado
Carreta louca e as dona do meu lado.
Grana no bolso é quem eleva meu status.
Aonde quer que eu vá...
Deixa o boy vim. Vem fazer negócio...eu gosto bem assim.
Seu vício é meu sócio...traz grana pra mim.
Busque o que é nosso. Pague o seu fim
Com a grama que vai te matar

Neguim
Dinheiro sujo que não rende, nota vem suja de sangue
O crime tira dos perrengue mas te põe no "mei" dos bangue.
De menor com pouco estudo quer o os boy já tem;
-As dona top, os pano louco, roletar de 1100.
Não teve herança nasceu pobre e não se rebaixou pros boy
Muleque banda indignado com uma arma ele destrói.
Dinheiro sujo que abastece a escama da quebrada,
Vira o dobro quando suja o nariz da mulecada

Dinheiro fácil que seduz, ele não liga pro desfecho
Bolso do menor bandido virou criatório de peixe.
Não tem lei que julgue o crime, não tem crime que é julgado.
Filho rico não é bandido só pobre que é metralhado.
Faixa de gaza tá aqui na capital do brasil,
Falta pouco pros muleque vender quilo e fuzil.
Dinheiro sujo que banca as vagabunda no motel,
Que banca o advogado que sai de lua de mel

O corre é pesado, dinheiro sujo é quem garante o baseado.
Carreta louca e as dona do meu lado.
Grana no bolso é quem eleva meu status.
Aonde quer que eu vá.
Deixa o boy vim. Vem fazer negócio...eu gosto bem assim.
Seu vício é meu sócio...traz grana pra mim.
Busque o que é nosso. Pague o seu fim, com a grama que vai te matar.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Pacificadores. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Vitor. Legendado por Sonic. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog