exibições 2.957
Foto do artista Pedro Bento e Zé da Estrada

Canção do Boiadeiro

Pedro Bento e Zé da Estrada


Se ouve distante o berrante
Se avista na estrada a boiada
Eh! boiadeiro
Saudade de sua amada!

Já vai o boiadeiro cortando serras e serras
De pago em pago rodando distante de sua terra
Boiadeiro de planície, da poeira das estradas
Na noite de lua clara canto esta linda toada.

Só quem foi é que conhece a vida de boiadeiro
No galpão faz sua pousada reunindo os berranteiros
Lembrando de sua amada palpita seu coração
Pra disfarçar essa mágoa canto esta linda canção

Seu destino é como o vento que percorre a colina
Quando a noite escura passa e o sol abre a cortina
Boiadeiro se levanta põe o gado na rotina
Com saudade ele canta a canção da sua sina

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir