Meu coração
Compasso de bamba
Fica feliz quando ouve um samba
Quando ela passa no ziriguidum
Fica assanhada com esse baticum

Cundum, cundum, papo de samba
Cundum, cundum, na corda bamba
Cundum, cundum no burugundum
Fica assanhada quando ouve um tum

Cundum, cundum, se tem pra mim
Cundum, cundum, tem pra você
Cundum, cundum, esse sambão
Vai no compasso do meu coração

Meu coração, compasso de bamba
Fica feliz quando ouve um samba
Quando ela passa no ziriguidum
Fica assanhada quando ouve um tum

Cundum, cundum, papo de samba
Cundum, cundum, na corda bamba
Cundum, cundum no burugundum
Fica assanhada quando ouve um tum

Cundum, cundum, papo de samba
Cundum, cundum, na corda bamba
Cundum, cundum no burugundum
Fica assanhada quando ouve um tum

Coração
Grande órgão propulsor
Transformador do sangue venoso em arterial

Coração
Não és sentimental
Mas entretanto dizem
Que és o cofre da paixão

Coração
Não estás do lado esquerdo
Nem tampouco do direito
Ficas no centro do peito - eis a verdade!

Coração
Tu és pro bem-estar do nosso sangue
O que a casa de correção
Deveria ser para o bem da humanidade

Coração
De sambista brasileiro
Quando bate no pulmão
Lembra a batida do pandeiro

Coração, cundum, cundum
Eu afirmo
Sem nenhuma pretensão
Que a paixão faz dor no crânio
Mas não ataca o coração

Cundum, cundum, papo de samba
Cundum, cundum, na corda bamba
Cundum, cundum no burugundum
Fica assanhada quando ouve um tum

Cundum, cundum, papo de samba
Cundum, cundum, na corda bamba
Cundum, cundum no burugundum
Fica assanhada quando ouve um tum

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Magnu Sousa / Maurilio de Oliveira · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Prettos
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.