Sereia da Pedreira

Raimundos


É dose
Vê-la pelada e não fazer nada é dose
Menina, pare com isso antes que eu goze
Porra, que diabo que eu não faço por um irmão
Tentação é vê ela molhadinha lá na minha frente
Fico imaginando seu rabo quente
Me dizendo: Sim! Vem, que hoje eu sou só pra você
E que ilusão é nesse mundo querer ser dono de alguém
Minha sereia linda, eu só te quero bem
E se você me quiser, vem que tem

Porque eu rezo pra você a noite inteira
Pra repetir aquela manhã de quinta-feira
Quando eu sinto o seu cheiro
Minha sereia da pedreira, eu fico com tanta saudade de você

Se eu fosse
Um cara amargo, arrombava esse cu doce
Mil sonhos na bagagem são tudo que trouxe
Pra alimentar o que nesse mundo existe de maior
Me alucina
O jeito que me olha daquela menina
Para fingir de lago eu tenho uma piscina
Tenho maconha pra decorar o lugar
Vou pedir a Deus pra que pra sempre
Tome conta de três filhos meus
Zé Di Camargo, Chitãozinho e Xororó

Ontem sonhei com você
Por isso só penso em te comer a noite inteira
Pra repetir aquela manhã de quinta-feira
Quando eu sinto o seu cheiro
Minha sereia da pedreira eu fico com tanta saudade de você

Por isso eu penso em te fuder a noite inteira
E repetir aquela manhã de quinta-feira
Quando eu sinto o seu cheiro
Minha sereia da pedreira
Eu fico com tanta saudade de você

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Rodolfo Abrantes. Essa informação está errada? Nos avise.
Legendado por Dinho. Revisões por 8 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog