Baixo Calão

Raimundos

exibições 31.880

Vive em desespero
Quase pra morrer
Eu vejo todo dia
Isso pode acontecer
Morre um Zé sem nome
Já é coisa natural
Cês levam a vida doce
Enquanto o outro tá no sal
Viver num pesadelo
Não acordar um só dia
A gente quer sossego
E só recebe agonia
O meu endereço
Daqui a pouco é o manicômio
Só tem cabra batuta
Mutilando o patrimônio
Que ordem e progresso
Vocês causam a nação?
Ninguém aí é homem
Essa cambada de ladrão
Cês são meus inimigos
Tudo um bando de safado
Querem me calar a boca
Só que eu não fico calado

Refrão
Não, não, não
Cambada de cuzão
Querem me calar a boca
Com a mordaça na mão
Tu e tua família
Vão sentar no pau do cão
Todo mundo junto vai!
Baixo Calão
Vão, vão, vão
Ver a minha vingança
Agora eu embirrei e vou
Berrar feito criança
Há, há, há
Não pode me calar
Blá, blá, blá
Agente vai gritar
Baixo Calão

Te quebro na porrada
Com golpe de kung fu
Te mando logo o dedo e grito
Vai tomar no cú!
Quanto mais a gente berra
Vocês fingem que não escuta
Dando de suíno moco
Corja de filhos da puta!
Cês roubam o dinheiro
Pensando que ninguém viu
Furto feito pelas coxa
Vai pra puta que pariu!
Por de baixo dos panos
Tão ficando milionário
Tarradores da bufunfa
Vão pra casa do caralho!

Refrão

Já tá chegando a hora de vocês morrê!!
Muitos morreram de fome
Não merecem viver???
Muito mendigo na rua
Isso é mau sinal
Democracia brasileira
Ordem e progresso
Tudo em nome do mal

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Digão / Canisso / Marquinho / Telo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Legendado por Jean
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.