Flor que essa manhã vem clarear
Eterno berço de uma lágrima
Do orvalho, cântico
Da relva, dádiva
Acorda e encontra um sorriso a te esperar

Sonhos que se formam num olhar
Brilhando o terno como pérola
Promessa tímida
E um beijo cálido
Que toma forma com as cores da manhã

O corpo imerso nessa luz
A que caminho nos conduz
Se meus olhos encontram os seus
Deixam sinais
Dos desejos que tento esconder
Tarde demais
Tarde demais

Flor que o anoitecer vem transformar
Na sombra escura de uma mágoa
De tristes pétalas
Da vida, dívida
Com a saudade que floresce no lugar

O corpo imerso nessa luz
A que caminho nos conduz
Se meus olhos encontram os seus
Deixam sinais
Dos desejos que tento esconder
Tarde demais
Tarde demais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Carlos Márcio / Ricardo Magno / Tavito · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Matheus
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.