Sentado no meu pano aqui no chão enxergo o passo
Desse povo caminhar em rumo ao templo
Gerações vão se passando
Vai passando um a um
Vai passando um a um

Dos tempos mais remotos que se perdem na história
De um planeta habitado por humanos
Tá passando
Tá passando um a um
Tá passando um a um

Dos tempos mais antigos os Hebreus já escreviam
A contagem dos Astecas e os Maias que sumiam
Sopra o vento espalha as cinzas de vulcões adormecidos pelo tempo
É a terra que girava Galileu já me dizia
Tá passando um a um
Tá passando um a um

Tá passando homem a homem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir