Bem vindo ao Brasil, esse é meu país
Onde desde cedo nos tornamos aprendiz
De um lugar tipo covil, alias bem pior
Aprendemos a roubar mesmo sendo de menor
Pois quem governa rouba, e nós seguimos o que?
O reflexo de quem sempre esta no poder
Milhões e, milhões desviados pra onde
Até hoje nunca acharam o pote no horizonte
No final do arco-íris ta vazio, cê sabe
Aqui só pobre é quem vai pras grades
Ilusões passadas pelas grandes emissoras
Cabeças decepadas por falsidades tecnológicas
E eu sou mais um que leio, e fico atento
Não caio em conto do vigário nem fudendo
Se quiser dar strike, vem é só me achar
Mesmo depois da partida a voz permanecerá

No ar a voz do Brasil a verdade
Aquela que não se corrompe por quilates
No ar a voz que intimida falsário
A sigla vm na descrição dos noticiários

Não é que falo demais, e sim vocês que escondem
A verdade por trás do que acontece nesse instante
Enquanto novelas mostram todos ficando ricos
Aqui continuamos pobres, buscando um abrigo
Pra esconder da chuva que alastra a cidade
Carrega barracos improvisados, aumenta a mortandade
E na verdade, onde era pra ser nosso
Nos arrancam com bombas e tiros deixando os destroços
Ossos do ofício pra você que nunca sentiu
Metade do que a maior parte desse Brasil
Sente na pele, a miséria, o desemprego
A fome aumentando e cadê o tal do dinheiro
Onde só de imposto é maior do que o dobro
De outros países mais ricos que o nosso
E o povo que vai pra rua? Cadê onde está?
Sentando aplaudindo outro ladrão que no poder vai entrar

No ar a voz do Brasil a verdade
Aquela que não se corrompe por quilates
No ar a voz que intimida falsário
A sigla vm na descrição dos noticiários

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir