De sorriso falso já tô cheio, ouça
Não nasci ontem, então para que ta feio, trouxa
Todo mundo liga que por oportunidade você
Só falta engolir o mesmo pau que quer te fuder

Fala demais como se eu acreditasse em tudo
Nem pra mentir faz cara feia né vagabundo
Eu não me iludo nem perco tempo discutindo
Já basta o olho gordo que põe no meu caminho

Mas Deus me livra disso, já suporto todo dia
Vários blá blá blá pelas costa, mas quem diria
Que a inveja contaminaria não só sua mente suja
Até de quem aperta a mão, te chamando de irmão

Hã e eu só observo mantendo o meu respeito
Mas concluindo o ditado que se faz perfeito
Com a pulga atrás da orelha, é, vou parando
Vou dormir um pouco pois a noite tem trampo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir