Nossa, tá frio demais
As pessoas olham com preconceito pra gente
Amigo? Amigo na vida, só Deus
Vou conversar com ele

Me faz entender pai porque eu sou assim
Sujo, oprimido, sem sorriso enfim
Peço no jardim, aqui ou lá
Mas infelizmente ninguém quer ajudar

Por medo, insegurança, preconceito
Ou por ser petrificado todo o seu peito
Óh senhor, alivia a minha dor
Me cobre com seu sangue como se fosse cobertor

Nesse frio, vi vários irmãos
Amanhecerem congelados noticia pra televisão
Em vão, nosso apelamento
Alias nossa vida nem serve de exemplo

Eu sei que pra muitos, sou mais um
Alcoólatra, drogado por aqui é comum
Ser julgado assim, sem ao menos conhecer
Então quem sabe seja agora a hora de entender

Então quem sabe seja agora a hora de entender

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir