exibições de letras 36.314

A Noite Preta

Zé Ramalho

E nesse ano a noite preta pega a porta
E arremessa contra a massa da parede
A ventania, canto, faca, tudo corta
A sombra torta, estranha como a rede

Cabeça cheia como um saco de confetes
Pende dos ombros com serpentes e cabelos
E essa louca cobra loura reluzente
Se enrosca no tronco do cotovelo

E refletidas no cubículo calado
Pulsam, dilatam-se cadeiras que se movem
Brilham os ratos e bordados nos sapatos
Brilham insetos alimentando sapos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Alçeu Valença / Lula Côrtes / Zé Ramalho. Essa informação está errada? Nos avise.

Pratique seu inglês com o Letras

Descubra o segredo para evoluir no inglês com a ajuda da música

Quero descobrir

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Zé Ramalho e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500


Opções de seleção