exibições 731

Galho de Alecrim

Bilora


Procurei numa roseira uma rosa vermelha
A cor do meu amor
Fui-me embora estrada afora
Que os espinhos dela nunca se comparam
Á pele mais clara que a claridade assim:
Um amanhecer de sol, ô clara minha.

Preparei uma cantiga, coisa assim mais linda
Duvido, não há!
E as estrelas todas elas como sentinelas
Pra ficar cheirosa, o mais puro aroma
De um abraço forte assim:
Dou-te um beijo e um galho de alecrim.
Coração ainda verde,
Em verdade, plantado no chão de você.
Flor que combate a morte, faz do amor a sorte,
Uma vida inteira pra você e eu, mais nada!

Já falei de coisas lindas, mas não deu ainda
Não posso parar
Esse amor de todo dia é como a poesia
Que mora nas veias de qualquer pessoa
Que sente no peito uma dor
Nasce lá dentro e vem estrada afora.

Tenho aqui em minhas mãos, ramou no coração
Um alecrim em flor.
Quero ver se além existe um sinal mais forte
É o mundo todo e eu por inteira
Que vão todos juntos aqui
Este é o meu galho de amor, amor e flora.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog