exibições 95

M͂ay - Bom sujeito

Bilora


Eu sou do mato
Eu faço parte da aldeia
Sem passo em falso
Eu não sou pau que bambeia

Eu vou no vento
Eu sou do tempo de agora
Meu sentimento
É aqui dentro e lá fora

Sou desse jeito
Um bom sujeito, alma boa
De peito aberto
E um coração que perdoa

Eu falo, eu canto
Eu vivo um tanto por dia
Meu chão é santo
É paz no campo, alegria

O rio perto
O céu aberto, a ladeira
Meu sangue é forte
É sol do norte, é madeira

De bem com o mundo
Sigo essa maneira
É bem melhor
Viver de amor vida inteira

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog