Músicas sobre política: 12 canções nacionais e internacionais

Listas musicais · Por Mateus Pereira Silveira

1 de Maio de 2021, às 19:00

Viver é um ato político. Atualmente, essa frase faz cada vez mais sentido. E no mundo artístico, cada ação demonstra um posicionamento, uma forma de pensar e extravasar as opiniões. 

Não é de hoje que as músicas carregam mensagens que geram impactos sociais e nos fazem questionar padrões estabelecidos. Mais que adotar um lado, os artistas manifestam as opiniões que dizem respeito à cultura, sociedade e as diferenças que nos tornam humanos. 

Durante momentos históricos, a música nacional trouxe lemas de esperança e luta, para apontar o que causa desigualdade e narrar contextos sociais diferentes. E sim, isso também acontece lá fora, pois nada melhor que a liberdade de expressão

E claro, várias delas já se tornaram grandes hits e clássicos perpetuados por gerações. Outras, mais contemporâneas, refletem sobre o nosso tempo. Pensando nisso, escolhemos 12 músicas sobre política para você lembrar e conhecer. Vem com a gente! 

Grandes músicas sobre política 

Nessa seleção, trouxemos diversas canções de ritmos diferentes, mostrando que todos eles conseguem tratar de política com arte. Confira:

Dear Mr President — P!nk (feat. Indigo Girls) 

Conhecida por seu ativismo e posicionamento contundente, P!nk ‘dedicou’ Dear Mr. President em 2006 ao então governante mais importante dos Estados Unidos, o presidente George W. Bush.

Vista como uma carta aberta ao governante, a letra critica as políticas sociais, a postura do comandante quanto à Guerra do Iraque e a falta de sensibilidade à respeito da comunidade LGBTQIA+

Tão marcante que levou Cher pedir que a artista regravasse a música para alfinetar o governo Trump. 

Inútil — Ultraje a Rigor

Lançada na década de 80, Inútil usa do vocabulário “errado” para exemplificar o potencial que o brasileiro tinha, mas não conseguia alcançar. Os trechos criticam a habilidade nacional de saber votar e definir o próprio destino

Killing In The Name — Rage Against The Machine

Quem conhece o Rage Against The Machine já sabe que a banda é politicamente ativa. E isso foi apresentado logo no primeiro single lançado pelo grupo, Killing In The Name

Famosa por ser uma grande música de protesto, a canção aborda principalmente a relação das oficiais do governo com organizações racistas, como a Ku Klux Klan. 

Que País é Este? — Legião Urbana

A banda brasiliense sempre conseguiu transmitir a essência de uma geração que viveu a abertura da democracia e a relação com o consumismo, como também a vivência política.

Que País é Este? retrata o histórico de corrupção e apropriação do Brasil e se tornou um hino de revolta que perdura até hoje

Paper Planes — M.I.A

Uma das grandes rappers internacionais, M.I.A não possui papas na língua no momento de abordar a xenofobia, direito das mulheres e dos trabalhadores.

Em Paper Planes, seu principal hit, ela usa das figuras de linguagem para falar da visão estereotipada e carregada de preconceito que os norte-americanos possuem acerca dos imigrantes. 

Apesar de Você — Chico Buarque

A ditadura militar foi um dos períodos mais repressivos e turbulentos do Brasil e a música era um sinal de resistência.

Chico Buarque foi um dos grandes nomes que lutou pelo direito de expressão e isso se traduz em Apesar de Você, que traduzia o sentimento de angústia de decepção com o que acontecia com o país. 

Apesar de Você: confira a análise da canção de Chico sobre a ditadura 

American Idiot — Green Day

Em 2004, o Green Day não lançou apenas uma música para contestar o estilo de vida americano, mas um álbum inteiro dedicado ao tema.

American Idiot é a faixa-título que abre o disco e já mostra a que veio ao criticar o controle e a imposição da mídia sobre os cidadãos

Onde Está a Honestidade? — Noel Rosa

A abordagem da política na música não é de hoje. Na verdade, o samba Onde Está a Honestidade?, de Noel Rosa, exemplifica que os hábitos e costumes não tão lisonjeiros são duradouros no país.

Composta em 1933, a música sintetiza como uma crônica a desigualdade e a hipocrisia social. 

They Don’t Care About Us — Michael Jackson

Lembrado pelas gravações do clipe no Brasil e pela participação do grupo Olodum, They Don’t Care About Us leva consigo uma mensagem bem clara.

A letra mostra como os governos ignoram as minorias e os demais problemas sociais e preconceitos que afetam grupos em todos os lugares do mundo. 

Cowboy Fora da Lei — Raul Seixas

É inegável que Raul Seixas, além de artista, era um ser político. Em parceria com Cláudio Roberto, ele trouxe sua ironia em Cowboy Fora da Lei para recordar o coronelismo, que ainda é visto em muitos locais no interior do Brasil.

Conheça o significado da música Cowboy Fora da Lei, de Raul Seixas 

This Is America — Childish Gambino

Com uma produção audiovisual digna de cinema, Childish Gambino colocou o dedo na ferida do racismo e a violência norte-americana em This Is America

Com uma letra poderosa e atual, o cantor também trouxe referências de caricaturas históricas para mostrar como o preconceito racial é institucional na nação mais poderosa do mundo. 

This Is America: uma análise do hit de Childish Gambino 

Maria da Vila Matilde — Elza Soares

Elza Soares é um símbolo da resistência da mulher e uma inspiração nacional. Por isso, nada mais justo que fechar essa lista com uma interpretação dessa lenda.

Em Maria da Vila Matilde, ela canta sobre a violência contra a mulher e serve como um empoderamento para a luta pelo fim desse mal estrutural. 

Maria da Vila Matilde: análise da música de Elza Soares 

Resistir para existir 

A classe artística teve um papel importante ao retratar e contestar um dos períodos mais sombrios da política musical.

Se você quer conhecer mais músicas sobre política, não deixe de ler esse post sobre a música na ditadura militar

Música na ditadura

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente e descubra mais sobre o mundo da música


Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.