Já disse o seu nome e você nem percebeu
Que a sua falsidade afeta tolos como eu

Ainda bem que eu tenho em meu canto um violão
E sempre ao meu lado a verdade de um irmão

E eu vou assim, cantando torto
Sob a lua cheia

Já deu a minha hora, vou cantar um samba seu
Do seu sorriso duplo que disfarça inteiramente

A sua falsa idade
Pra mim já deu
Bye bye

E o meu samba segue
Desafinado
Desorientado
Desatinado
Desmotivado
Desacreditado
Desanimado, desanimado, desanimado

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir