Os meu castelos frágeis de papel
Basta um vento passar
Pra derrubar o meu céu
Eu que sei do meu calçar
Meu mundo carrego
Me rasgo em mil manhãs
Meus muros cegos
Descosturando a curva da esquina
Dos embaraços passos traços sinais

Contra maré ainda de pé
Não se canse dance
Até descalçar
Até onde a vista alcança não há duvida
Pra além todo mistério onde mora
Recalcular a rota outra orbita
Pra outros novos passos traços reais

Contra maré ainda de pé
Não se canse dance
Até descalçar
Contra maré ainda de pé
Não se canse dance
Até descalçar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog