Esse rosto
Esse resto do rasto do Sol de agosto
Modesto gesto
Admito, sinto gosto
Passas no teste, a testa até estorva encosto
Detesto mas manifesto

Parece que és bebé
A cara até dá pena
Parece que és bebé
Até me para a safena
Até me para a safena

Eu quero ver se escangalhas
Ou não escangallhas

O céu até bolçou
O meu cofre até se abriu
O meu bucho até virou
Quando a minha retina te viu

Eu quero ver se escangalhas
Ou não escangallhas

Porque o tempo nasce
E morre apenas
O tempo morre nas açucenas
E a graça nasce
Sempre serena
A graça nasce nas açucenas

Se eu quinar já
Se eu quinar daqui nada
Se eu sucumbir já
Se eu sucumbir daqui nada
Se eu sucumbir daqui nada
Ai ai ai
Saudadi ka ta mata

Segundia qualquer vou
Terçaudades de ti
Quartapa-me quando eu tiver ganda birra pa dormir
Quintala-me os calos
Sextase é contigo
Sabadoro bolos
Mas sta morri dia domingo
Nta morri dia domingo, ma n'ta morri dia domingo

Ma n'ta morri dia domingo
Ma n'ta morri dia domingo
Ma n'ta morri dia domingo
Ma n'ta morri dia domingo
Ma n'ta morri dia domingo
Ma n'ta morri dia domingo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir