Num é papo de nerd, nem de breaking bad
Tungstênio é resistência!
Tá no celular, computador, micro ondas
E naquele fiozinho da lâmpada, acende, ilumina!
Presente nos aparelho cirúrgico que salvam vidas todos os dias, como o hip-hop

Quando o mundo me pede pra comprar o meu peito me diz que é pra eu compor
Esse aqui é meu jeito de gritarcanto pra me vingar desse rancor
Já fazia rap que nem gente grande mano, e eu só tinha 13 ano
Hoje com 33 eu rimo, com a mesma gana de quando eu era um menino, vamo!

Já que é moda ostentar vou mostrar o que eu tenho sobrando meu tesouro
Minhas jóias são rara, são cara, são rimas, são letras, são barras de ouro (estouro!)
Encho as linhas enquanto a caneta esvazia, e sigo fazendo um som
Eu queria que a dor virasse poesia, mas eu ainda não tenho esse dom

Quando a dor se confunde com a profissão
Apresentador, catador, narrador, governador ou até missão, tipo salvador, adoração
Sigo sonhador, sem dormir, escrevendo pelas madrugada
Devagar com o andor, que a dor me, me fez ver que essa luta é sagrada

O tempo escorre, meses e dias
O corpo vence a tempestade
Mas quando duas mãos se encontram
São laços para seguir, força para seguir

Estacionamento do supermercado, uma mãe e uma filha num carro parado
Eu achei tão poético, parecia um filme do meu lado
A menina com a mão no volante a mãe segurando e ela se divertindo
Girando de um lado pro outro achando que tava dirigindo

Deve ser como Deus faz com nóis né?
Deixa a gente achar que tá no piloto
Nem que for um pouco, só meia horinha e no fim nós somo aquela menininha
No controle mas de mentirinha a vida inteirinha
Pensando que é grande sendo uma formiguinha

Será que é porque dói crescer né, dói perder? Entender
Assumir que sumir não vai sarar, resolver
Tem que chamar no peito e bater de frente, encarar a dor
Ouvir o coração quando pulsa dizendo vem, vem, vencedor!

O tempo escorre, meses e dias
O corpo vence a tempestade
Mas quando duas mãos se encontram
São laços para seguir, força para seguir

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir