Onde eu moro não moro sozinho
Vivo sempre rodeado de amigos
Quando quero cantar um versinho
Meu sertão faz dueto comigo

Minha casa é um simples ranchinho
Que eu fiz para ser meu abrigo
Aqui Deus ilumina o caminho
Que eu devo seguir sem perigo

Onde eu moro de manhã bem cedo
No poleiro canta o carijó
Na palhada beirando os rochedos
Também pia o inhambu chororó

As rolinhas passeiam com medo
Do gavião sanguinário sem dó
E o vento que sopra o arvoredo
Nas estradas fazem nuvem de pó

Onde eu moro pra ir na cidade
É distante pra seguir a pé
Mas pra mim não é dificuldade
Vou montado no meu pangaré

Quem visita minha propriedade
Com certeza vai ver como é
No meu rancho se sente à vontade
Nunca sai sem tomar um café

Onde eu moro tem tantas belezas
É um recanto de felicidade
Não precisa pensar em riqueza
Creio em Deus de eterna bondade

Nunca falta comida na mesa
Dos amigos eu tenho amizades
Protegendo a mãe natureza
Vivo aqui com total liberdade

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: João Platino / Rubens Simões · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por PEDRO
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.