Eu não sou rapaz solteiro
E nem tão pouco casado
Eu gosto de mulher loira
Dos cabelos cacheados
Sou chegado nas morenas
De um rostinho corado
Sempre estou de bem com elas
Juntinho bem abraçado
Ninguém me vê nas esquinas
Com o punho esquerdo quebrado

Muitos dizem que sou rico
Me acho remediado
Eu não sou tão pobre assim
Pra não morrer enfartado
Viver com pouco dinheiro
Eu não sou acostumado
Sempre vivi na fartura
O bolso sempre estufado
O que seria de mim
Se um dia estiver quebrado

Se já peguei no pesado
Todas às vezes que me encontra
Sempre me vê eu parado
Como pode um cidadão
Viver assim tão folgado
Eu não tenho o que dizer
Até fico admirado
Acho que é dom divino
Que pra mim foi preparado

Me arranjaram um serviço
Pra me deixar estressado
Pra capinar um terreiro
Do meu vizinho do lado
Uma enxada bem cega
Só de ver fiquei arrepiado
A inveja não tem cura
Querem me ver derrotado
Só que nunca perceberam
Que eu sou diferenciado

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir