Pano pra molhar o chão, hoje não
Vou saber por onde ele andou
Foca os olhos no retrovisor
Tem medo da despedida

Bota o coração na geladeira
Uma outra hora morreria por alguém
Na janela espera sem certeza
No seu abraço não tem ninguém

Quem chegou, passou e foi embora
Aquece o coração, já esfriou
Requenta a solidão no microondas
Passa um vento e a voz secou

Pano pra molhar o chão, hoje não
Vou saber por onde ele andou
Foca os olhos no retrovisor
Tem medo da despedida

Escuta o telefone, já é hora
Acerta no espelho a direção
Atende pra dizer que não demora
Um outro dia desses foi na contramão

O toque do ponteiro é serenata
Mas a varanda já esvaziou
Varre os rastros do mesmo fantasma
Depois de novo esquece tudo que ficou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir