Se não queres mais me suportar na boemia
isso almentará a minha dor, minha agonia
eu nasci no samba, o samba vive em mim
meu lar sempre será um botequim

dos livros que já li
dos dias que vivi
tirei a conclusão
que amo só a ti

Oh minha sinhá
aceite a confisão
se alguém vai te trair, será meu violão

Se não queres mais me suportar na boemia
isso almentará a minha dor, minha agonia
eu nasci no samba, o samba vive em mim
meu lar sempre será um botequim

Ninguém fará por ti
as coisas que já fiz
insisto em ser assim
só pra te ver feliz

Oh minha sinhá
repito a confisão
se alguém vai te trair, será meu violão (bis)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir