Novo Cenário - Cédulas e Sangue part Rafael Correa

Novo Cenario

exibições 599

Infância – no quintal de cascalho batido, solitário um garoto inibido
De camarote assiste o conflito.
Esperança – de no rosto ter um sorriso, acima de tudo singelo
Como o humor de um palhaço no circo.
Confiança – necessidade de um amigo,
Só na tv tudo é perfeito aqui ninguém chora contigo.
Herança – na prática é relativo, pois na má administração
Se perde até o amor investido.

Fim de semana no parque, observo, vejo o contraste,
Ao invés de piquenique só discussão no acorde mais grave,
As vozes ganham destaque, pra agressão eles partem,
Meu pai alucinado acerta minha mãe que não reage.
Socorro!! grito aflito! fico perdido, peito contrito,
Inerte pela cincurstancia, ódio que nasce, amor coagido
E ainda que me provem que amor de família não tem fim,
Não é convincente, pois nada disso cabe pra mim.

Adolescência – dúvidas que me perturbam, meu ego é um universo,
Minha mente é outro mundo.
Displicência – fora do foco estratégico, batalhas travadas em vão
Pois o que vejo não são méritos.
Ocorrência – de tudo que fiz, paguei com juros
O prejuízo de algo que não investi.
Conseqüência – reclusão de sentimentos, palavras que não expressam a dor que sinto por dentro.

Refém do medo imposto por quem me educou, um bateu, um chorou,
Um gritou, um sangrou.
Policia o algemou de canto um observou,
Por um momento livre do monstro que me criou.
A dor que é cultivada na infância, na adolescência é colhida,
Vendaval em boa hora, tempo pra sarar feridas,
Mas não tão simples assim, isso estigmatizou,
Marcas que o tempo não apaga e que o crime sustentou.

Vivo hoje com um sentimento de imortalidade,
Tô por cima no bagui, não importa, essa é minha verdade.
Vivo hoje – pensamento fixo em obter minha cota
Sem me importar como adquiro.
Pois o castelo que ergui com o crime desmoronou,
Acho que não consegui ser o que minha mãe sonhou,
Tarde demais, agora não da pra voltar atrás,
Vejo um filme passando e me sinto barrabás.

Pra completar o mártire: mandato de busca. invadir;
Flagrante exposto. tentei fugir, capturado, cárcere.
Talvez última chance de obter uma mudança,
Convites não faltaram, uma vaga lembrança...
Dez anos de jaula em regime semi-aberto,
Um terço da pena to na rua tudo certo,
Na quebra um frevo pra celebrar meu regresso,
No comando da quina......... sem sucesso.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Franco / J.Jhon / Pr Isaias Jr · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Novo
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.