Vinha no baú indo pra school
Celular no bolso, grana na carteira
Tênis de skate, roupa de skate
E ainda vinha sonhado querendo uma caranga
Chego na rodo dou de cara com uma cena
Injustiça rolando é o mau do sistema
O fiscal violento arrasta o moleque
Que continua lutando para salvar a sua renda
Algodão doce vendia pra poder rangar
Amargo o prejuízo com que ele ia ficar
A tristeza me invadiu pensei que ia chorar
A revolta que surgiu quase me fez estourar

Mas eu não devo xingar filho da piii...
Ms eu não devo mandar tomar no piii...

Não sou a favor do Anarquismo
Respeito a autoridade aprendi com o meu Cristo
Mas não posso calar diante disso
Se esquece que o imposto é pra manter o moleque vivo
É como eu ouvi falar: meus inimigos estão no poder

Não sou e não devo ser hipócrita
Posso dar as minhas coisas e morar no meu skate
E também não consigo me conformar
Em ver a minha raça explorando uns aos outros
Como Deus em Timóteo nos falou: quero o homem salvo,
Conhecendo a verdade
Aqui no céu e na terra podemos ser iguais
Comunismo perfeito, é o que Ele nos traz

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir