Todos os dias eu faço força pra lembrar,
Coisas pequenas que eu nunca pude reparar direito,
Onde será que andava o mato do jardim,
E os bichos da noite,
Que eu nunca ouvi tão alto assim?
(Ouvi tão alto assim).

Todos os dias levanto cedo pra sentir,
O que eu perdia,
Por não saber que tinha um outro jeito,
Preste atenção comigo,
E quando o sol nascer,
O brilho das pedras vai te doer nos olhos.
(Doer nos olhos).

Vapor do São Francisco, quem não te deixa ver o mar?(4x)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir