Cumpadre meu,
Noite a noite na semana,
O meu coração me chama,
Pra dizer que você regressou.
Cumpadre meu,
Esse meu pressentimento,
Não é coisa que o momento fabricou.
Cumpadre meu,
Quem já tem tanto dinheiro,
Pode bem pensar primeiro,
Na mulher, no filho e no amor.
Nem posso ver,
Teu menino nessa idade
Respirando o que a cidade envenenou.
Daquela vez você trouxe ele por cá,
Que riso bom sorriu,
Quando viu a chuva desabar!
Meu coração não costuma me enganar,
Noite após noite repete:
"o cumpadre voltou,
Pois a sodade já lhe atormentou"
Cumpadre meu,
Bota a tropa na estrada,
Mulher, filho e empregada
Vem pra longe do que já morreu...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir