exibições 20.816
Foto do artista Síntese

Auto-Afirmação

Síntese


É como uma auto-afirmação. eu sou o tipo do cão que morde bem mais do que ladra.
Nos dias dessa nova geração pelas ruas eu vejo os profetas de calça larga.
Eu vejo o homem sucumbir à opressão. por aqui omissão do povo merece um prêmio!
Mas, somos o resquício da libertação...enviados à babilônia do terceiro milênio!
Onde as decisões exigem precaução, e o poder de decidir esta á se disputar.
E o medo de um líder em tomar uma decisão já não o faz, mais, digno de liderar.
Por aqui os seus valores são provados. e frente ás provações é fácil se corromper.
E aí, você vai querer ser o derrotado ou aquele que se acredita nunca dá o braço a torcer?
É, eu escolhi a segunda opção. corro pra conquistar, pra poder fazer história.
E no campo de batalha eu aprendi uma lição. é necessário lutar pra se poder obter a glória!

Apego a postura suja, porém, arrebatadora. pouco ofensiva, ao que pede essa guerra mental, massiva!
Te dão conforto...microfone... e amplificador, e pra esquecer o quanto dói a dor, e não ter por que gritar. amem! cadê o amor? o salvador virá. amém! de a a z, sentido além.
Vem extrema unção, que eu dou perdão. trazer pra baixo essa noção, antes de ir além.
Inriá. sem irian. a ti, irmão. a mensagem é que eu sobrevivi. se eu não morri...já é como uma auto-afirmação do fim...pessoal, memo cada morte exposta a mim....
Nasci e vim. temente a deus, demente aos seus lacaios. haverão tempos, por corações réus, os céus mandarão raios. ventos trazendo páginas da história. mais consequência:
Os king kong a rebelar essa tal de sapiência.
E liberdade no fim dessa conta. do ponto de equilíbrio tonto. tá pela ordem...justiça!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir