O quadro

Soro

exibições 177

Como um retrato que descansa frio num quarto
Pintaram o meu quadro
Um rosto sem expressões

Duas cores, apenas preto e branco
Se fez assim
Pintaram os meus sonhos.

Refrão.
Abro os olhos pra dormir
Não sei o que se esconde na noite
Abro os olhos pra saber
Onde está
Onde está
Onde

No velho casarão, sobre a lareira
Lá está a velha pintura
Coberta pela poeira

Alguns lençóis e móveis velhos
O ranger dos passos
Nos olhos, pintura a óleo
Mistérios em laço

Refrão

E a pintura um dia vai se apagar
Como tudo, um dia irá
Toda aquela dor, vai vingar
Pra nunca mais pintar
Em preto e branco