(Adaptação do folclore gaúcho, por Kleiton e Kledir)

Balaio, meu bem, balaio sinhá
Balaio do coração
Moça que não tem balaio, sinhá
Bota a costura no chão

Eu queria ser balaio
Balaio eu queria ser
Para andar dependurado
Na cintura de você

Eu queria ser balaio
Na colheita da mandioca
Para andar dependurado
Na cintura da chinoca

Eu queria ser balaio
Na colheita do algodão
Balaio saiu pequeno
Não quero balaio não

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir