Por pachola ato a cola do lobuno
Saio sem rumo a dominguear nos corredores
Baralho e tava, neste dia, são meu mundo
E eu vou lamber o sol no poncho dos amores

Lá onde o bem-te-vi solta o seu canto
Vou colher beijos das morenas que são belas
Pois não há nada que se iguale a uma gaúcha
Quando a beleza se debruça sobre ela


Por isso esse peão vai
A meia rédea pra não ter desilusão
Todo cuidado é muito pouco com as morochas
Pra que não fique enredado o coração

Na ressolana da manhã iluminada
Bota engraxada e o rebrilho das esporas
De contra o vento meu chapéu de aba tapeada
Abre caminhos pros meus sonhos campo a fora

E quando escuto algum floreio de cordeona
Minh'alma voa pra chegar antes de mim

Ajeito o lenço e com a fachada de estancieiro
Entro no baile pra dançar até o fim
Pra que não fique enredado o coração
Pra que não fique enredado o coração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir