exibições 343

U Homem Matador

UBERRO


Pá, pá, mais um na mira, mais um corpo no chão
A batida do gatilho aplicando a extrema-unção
Viver em paz, será que era querer demais
Pedir demais, mais do que podia ter

Aprendeu a correr antes de aprender falar
Sem doutorado, sem vaselina
Garoto esperto, olho vivo, não pôde vacilar
Sócio da morte, faz da sorte seu jogo de azar

O vento sopra cego e seco em outra direção
Sentenciando mais um casto a escuridão
Menino pobre renascendo forte e violento
Forjado a ferro, fome, sangue, raça e sofrimento

Não se esqueceu do pai, de como ele caiu
5 tiros na cabeça disparados de um fuzil
Mais uma chacina, essa é a sua sina
O ponto de partida pra uma nova vida

O homem matador, homem matador
Quem é o homem matador, homem matador
Cadê o homem matador, homem matador
Corra do homem matador, homem matador

Não tem nada a perder, não tem nada a ganhar
Está em toda parte, como fumaça no ar
Na riqueza do morro, na miséria do asfalto
Leva a sua justiça tomando sempre de assalto

Será um novo herói, ou mais um marginal?
Perpetuando nova ordem de conceito social
Onde quem deve paga, onde quem mata morre
Enquanto o dia não vem, enquanto a noite escorre

Patrono dos homens de bem
Guerreiro contra a opressão
Anjo negro da justiça cega
Livrai, livrai, livrai de todo o mal

Ele chegou na área, ele botou pressão
Indiferente a credo, classe, cor ou compaixão
Implacável, destemido, franco atirador
Justiceiro renegado: o homem matador

O homem matador, homem matador
Quem é o homem matador, homem matador
Cadê o homem matador, homem matador
Corra do homem matador, homem matador

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog