O Pintor de Retratos

Zé Manoel


Ah, quanta tristeza nos teus olhos tristes a emoldurar!
O teu lindo rosto pétala de rosa me despertou
Quem terá roubado outrora o teu sorriso e o teu amor
Fez nascer um belo quadro de melancolia e dor
Ah, se o pincel pudesse em alegria a dor transformar
Não existiria mais dia cinzento, nem cores gris
Só o amanhecer, o verde, o amarelo e o sol a brilhar
E um falso sorriso estampado no teu rosto a chorar
Um lindo colar de pérolas ostentas. Será que é teu?
Ou terá sido pintado, ou terá sido mudada a cor?
Segredos do teu coração, das mãos de um pintor
Quem sabe o teu grande amor!

Uma palavra pode ser
Um gesto simples como o teu
Presa no quadro e perpetuada no momento em que dizia adeus
Talvez esteja a imaginar, quem sabe esteja a ver nos olhos meus
Cansados de ouvir tanto adeus

Uma palavra pode ser
Um gesto simples como o teu
Presa no quadro e perpetuada no momento em que dizia adeus
Talvez esteja a imaginar, quem sabe esteja a ver nos olhos meus
Cansados de ouvir
Cansados de ouvir
Cansados de ouvir tanto adeus.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts