Quando o céu se zanga
E abre a cancela arredia
Foge o pranto, a mágoa
Pelo tempo que não chovia

Corre e fecha a porta, Maria
Desembesta o vento em ventania
O cinza no céu rodopia
E o sertão inteiro se arrepia

Acorda, vem ver a chuva
Aguando o pé de laranja lima
As flores dançam lá fora
O vento leva e a roseira chora

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts