Conheça o significado da música Reconvexo

Analisando letras · Por Érika Freire

17 de Julho de 2020, às 19:00

Caetano Veloso escreveu a música Reconvexo para sua irmã, Maria Bethânia, em 1989, durante uma viagem à Roma. 

Caetano veloso e Maria Bethânia
Créditos: Divulgação

Apesar do swing gostoso do samba e da alegria do ritmo, a letra traz alguns enigmas e, claro, muitas críticas que, num primeiro momento, podem ser direcionadas a todas as pessoas que não respeitam a cultura brasileira, que não valorizam suas origens. 

A música é repleta de referências e aborda as múltiplas facetas da Bahia, fazendo contraponto entre o eu, personagem da canção, e o você, uma terceira pessoa que sim, tem nome e vamos saber a seguir, ao conhecer o significado de Reconvexo.

Bora mergulhar no rico universo de Caetano e Maria Bethânia? 

Significado da música Reconvexo 

Eu sou a chuva que lança a areia do Saara
Sobre os automóveis de Roma
Eu sou a sereia que dança, a destemida Iara
Água e folha da Amazônia

Caetano Veloso estava em Roma quando escreveu a letra de Reconvexo e observou um fenômeno climático que ocorre quando a areia do Saara atravessa fronteiras e chega a outros continentes, como é o caso de Roma, na Itália. 

O deserto do Saara está localizado no continente africano, mas os ventos fortes causados pela pressão na atmosfera ocasionam esse fenômeno.

Caetano viu os carros de roma cheios de areia e colocou isso em sua composição. Esse primeiro verso pode ser interpretado também como sendo sobre a própria essência de Bethânia, destemida, e sobre suas raízes com a cultura brasileira. 

Eu sou a sombra da voz da matriarca da Roma Negra
Você não me pega, você nem chega a me ver
Meu som te cega, careta, quem é você?
Que não sentiu o suingue de Henri Salvador
Que não seguiu o Olodum balançando o Pelô
E que não riu com a risada de Andy Warhol
Que não, que não, e nem disse que não

O você que aparece nesta estrofe se refere ao jornalista Paulo Francis, que na época vivia em Nova Iorque e escrevia sobre o Brasil com uma visão sempre negativa sobre o comportamento da nossa sociedade e sobre a nossa cultura em geral. Os textos saiam em um jornal de Nova Iorque.

Jornalista Paulo Francis
Créditos: Divulgação

Paulo Francis seria esse careta que, na visão de Caetano, era incapaz de compreender as múltiplas facetas culturais do Brasil, já que até outros artistas, de outras nacionalidades, conseguiam criar conexões mais emotivas e respeitosas com o país que o jornalista.  

Roma Negra é uma referência que foi feita à Salvador pela miscigenação e forte presença da cultura africana. A estrofe segue com mais referências, agora ao Olodum e Pelourinho, indicando que só quem seguiu esses passos pode sentir, de forma genuína, a força da cultura baiana.

É tudo uma provocação ao crítico, no caso Paulo Francis, que escrevia sem compreender o valor de tudo o que ele se propunha a criticar. Essa é a ideia central da música Reconvexo.

Eu sou o preto norte-americano forte
Com um brinco de ouro na orelha
Eu sou a flor da primeira música a mais velha
Mais nova espada e seu corte

O conceito dessa estrofe é falar sobre a mistura de culturas ao mencionar o preto norte-americano. Cita também as primeiras manifestações musicais brasileiras, sendo ele próprio um dos responsáveis, por isso diz eu sou a flor da primeira música, a mais velha.

Ele queria passar uma percepção de que a música no Brasil estava rompendo barreiras, alcançando novas culturas e, por isso merecia, ser respeitada. 

Eu sou o cheiro dos livros desesperados, sou Gitá gogoya
Seu olho me olha, mas não me pode alcançar
Não tenho escolha, careta, vou descartar
Quem não rezou a novena de Dona Canô
Quem não seguiu o mendigo Joãozinho Beija-Flor
Quem não amou a elegância sutil de Bobô
Quem não é recôncavo e nem pode ser reconvexo

No último verso, brinca com os sentidos como forma de ir além para compreender a complexidade da cultura e misturas do Brasil. Gita, referência à música de Raul Seixas; e Fruta Gogoia, de Gal Costa. 

Entenda o significado da música Gita, de Raul Seixas

Segue mais uma provocação quando diz: seu olho me olha, mas não me pode alcançar. Ou seja, você pode me ver, desdenhar, julgar, mas nunca irá compreender a minha complexidade por causa da falta de sensibilidade no olhar. 

Novas referências à cultura baiana voltam, como Dona Canô, mãe de Caetano e Bethânia, Joãozinho Beija-Flor e recôncavo baiano, região da Bahia. 

Caetano Veloso e Dona Canô
Caetano Veloso e Dona Canô / Créditos: Divulgação

E a última frase, magistral, quem não é recôncavo e nem pode ser reconvexo, se refere a olhar para a sua própria cultura e não conseguir enxergar a si mesmo e, por isso, ser incapaz de reconhecer e enaltecer a riqueza dos demais. 

O que inspirou a composição de Reconvexo

Caetano Veloso estava em Roma e notou os carros cheios de poeira. Perguntou aos amigos o que era aquilo e eles explicaram que se tratava da areia do deserto do Saara. 

Caetano Veloso e Maria Bethânia
Créditos: Divulgação

Foi a partir dessa imagem que o compositor começou a escrever Reconvexo para sua irmã, Bethânia. Buscou referências na cultura brasileira, se inspirando no Eu Sou de Gita, canção de Raul Seixas, além dos demais artistas e figuras importantes da nossa cultura. 

No livro Sobre as Letras, o próprio Caetano admite que Reconvexo é uma resposta à figura de Paulo Francis, mas também de toda a gente desse tipo que insiste em não respeitar o povo baiano e sua cultura. 

Ele se incomodava muito com os artigos escritos pelo jornalista, que costumava criar textos com o intuito de destruir a imagem do Brasil lá fora. Reconvexo faz parte do álbum Memória da Pele, de Maria Bethânia, lançado em 1989.  

Capa do álbum Memória da Pele
Capa do álbum Memória da Pele / Créditos: Divulgação

Se encante com as melhores músicas de Maria Bethânia 

Um dos maiores nomes da música brasileira, Maria Bethânia completou 55 anos de carreira  em fevereiro de 2020 e continua firme e cheia de personalidade no palco. Confira as melhores músicas da Maria Bethânia

As melhores de Maria Bethânia

Outros conteúdos que você vai amar!

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente e descubra mais sobre o mundo da música


Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.