Como a corça anseia
Pelas torrentes de água
Assim minha alma anseia por ti, meu Deus
Minha alma tem sede do Deus vivo,
Quando verei o rosto de Deus?
As lágrimas são meu pão noite e dia,
Enquanto meus inimigos me dizem o dia todo
Onde está teu Deus? Onde está teu Deus?
Onde está teu Deus?
E Quando eu relembro,
Minha alma desfalece de tristeza
Quando caminhava
No meio dum povo em festa
Por que te abates alma minha?
Por que te agitas dentro de mim?

Espera em Deus, espera em Deus,
Que tornarás a louva-lo

Porque ele, ele é tua Salvação
Ele é teu Deus,
Ele é teu Deus

Espera em Deus, espera em Deus,
Que tornarás a louva-lo

Espera em Deus,
Espera em Deus,
Espera em Deus,
Espera em Deus,
que tornarás a louva-lo

Quantas vezes eu disse:
Meu rochedo por que me abandonaste?
Por que caminho triste,
Oprimido por meus inimigos?
Quebram-se me os ossos
De tanto ouvir dizer
Onde está teu Deus?
Onde está teu Deus?
Senhor, envia tua luz e tua verdade
Que elas me guiem ao teu monte santo,
E, então, poderei cantar-te
Um canto de festa
Um canto de alegria com o meu violão

Espera em Deus, espera em Deus,
Que tornarás a louva-lo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir