Quão louco é preciso estar
Pra ignorar o que é estranho
Até tornar comum?
E enquanto o dia passa
Observar achando graça,
O nada chegar a lugar algum

Como jogar numa balança
Minha carência e toda essa estranha segurança
De saber que você está aí para ouvir
Minha incoerência a cada mudança?

Eu gosto de argumentar
E gosto da complicação
E a cada nova discussão
Você espera que eu volte a falar
O que é bom ouvir
Como se a diferença fosse sempre
pretexto pra eu me declarar
E nos unir
Como se isso fosse preciso

Não será incoerência se eu ceder
E acatar de cara aquilo que
você pensa às vezes
Sem me preocupar com orgulho ou dependência
Ser menos racional, sem me sentir mal
Acho que essa é minha deixa

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir