Ave lá no céu
Suavemente e com
Artimanha
Ave, arranha-céu
Se em Barcelona a mente
Estranha

Por escadas subi
As pernas que me ascendem à glória
Deste corpo em que
Contemplo a nudez e o arabesco

Ah vi, lá no céu
Sevilhamente ao sol de
Espanha
Ave, os olhos seus
E a mão, Segoviamente
Aranha

Por Antoni Gaudí
Seu corpo é a arquitetura moura
Onde eu me perdi
Por esse mundo andaluz

Ávila no céu
Mediterraneamente
Assanha
Ave, a terra e o céu
Que em santa comunhão
Me apanham

Por seu corpo, feri
A espada em punho, n’alma um touro
Guerra Santa em mim
Pra Arábia se vai sem fronteiras

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir