Rio lá veio, veio, veio lá
Por vereda aiá
Rio aberto certo de ir
Rio exposto posto rosto a expelir

O rio pelas maçãs
De repente já não é
O rio esconde vira ouro,
Sumidouro
Até ele ressurgir...

E despencar, cachoeira, vida, vida

Pode ser, pode ir,
Cachoeira pra curar o seu viver
Vem andar, vem aqui
Cachoeira pra encantar o seu viver
Vem andar, vem aqui
Cachoeira pra curar o seu viver

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Bernardo Do Espinhaço. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts