exibições 140
Foto do artista Péri

Veloz

Péri


Trem de ferro de aventuras e desejos
De alegrias, devaneios que se vão
Vêm casas tão desertas
Passam risos tão depressa
Voam almas mas a minha não

Pela lente da janela brilham cores
Correm léguas que desviam minha visão
Estou sempre à frente
Ou será que toda aquela gente
Têm o meu passado em suas mãos

Sob o céu
Sob as montanhas
Das alturas vejo um rio
Em sinuosa solidão
A lembrança tão veloz
O apito, minha voz
Que sem querer desperta uma saudade
Que fez morada em meu vagão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir