É um beco estreito
onde eu vou passar
com a minha paixão
a ferramenta é minha mão

Eu choro e canto
eu sou bravo
eu sou azedo e mascavo
eu tô na cruz, eu sou cravo

Eu lavo a terra do chão
tem um joá no meu chão
eu como aqui desse chão

Rimo no mesmo "tão"
alegria com violão
esperança, trabalho e mão

Você já viu meu retrato
eu sou matuto e mato
se gato voa eu sou gato

E eu sou brasa e vulcão
e eu sou luz de vulcão
não te falei disso não

Eu faço é fogo na vida
eu caço é o fogo da vida
eu teço é o fogo e a vida

Eu canto em primeira e terça
quarta, quinta, na sexta
eu trago a minha canção

Rimo no mesmo "tão"
alegria com violão
esperança, trabalho e mão

Você já viu meu retrato
eu sou matuto e mato
se gato voa eu sou gato

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir