Eu quero cair
caio na chuva que cai
que molha o pé da cidade
essa bondade me alegra

a chuva pinga na lata
na avenida na mata
não é ouro nem prata
vem do céu prá cair

molhar meu pé minha nuca
minha mão corta a lenha
a lenha seca lá no porão

Não é pouca a alegria
quando a chuva irradia
nos seus fios de água
seus brilhos de água

vida plena vem
na cantilena sadia
tudo é muita alegria
muita alegria!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir