A negra noite comeu tudo
que é luz que tremia, eu, na escuridão
paguei por qualquer companhia

Tudo que devo
só posso pagar com poesia
eu vivo tecendo
rimando essa tapeçaria

Guitarra, baixo, batera
eu tô na mão da pantera
disfarço o que me desespera
é a dor, é a dor

Pois hoje ela me encontrou
deixou os seus batons em mim

Quem dera alguém resolvesse
a paixão e o temor
quem dera fosse o rancor
assim um lampejo

Olhando de cima e de lado
tudo o mais que eu desejo
eu mais que mereço
tudo que eu quero são beijos
e amores que sejam tão quentes
que venham nas lâminas rentes da paixão

Quem dera alguém resolvesse
o meu lado sem cor
alguém que enfrentasse a pantera
e as noites e o pavor

Eu mais que mereço
encontrar tudo o que eu mais quisera
mas veio a noite e comeu toda luz
tudo caiu na mão da pantera
trumpete, guitarra, baixo, batera
quem dera eu pudesse só tocar!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir