Sigo diminuto
Só pra inovar
Renovando a ironia em seu olhar

Não me dizem nada sobre como agir
Não me dizem nem por onde eu devo ir

Corda bamba pode ser um bom caminho
Quando se consegue ser um bom sozinho
Tento, esquento e faço toda uma função
Há borracha agora, a deslizar no chão

O tentar é o não pensar
É a ingnição que te faz acelerar
Embalar no atrito
Por quantas vezes for preciso o riso

Me diga então por que deixar o óleo secar
A luz a nossa frente sem poder alcançar
Os membros são mais fortes e o olhar pode correr
A mente vai a morte e convida a passear

Vou cantar
Vou sentir
Vou ouvir
Vou tocar
Vou gritar
Reclamar
Implodir e apanhar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir