Foto do artista Inquérito

Coração de Camarim

Inquérito


Já fiz uns rap de revolta já
Outros que fizeram chorar
Já quis a minha caneta de volta
Quando as conta tentou tomar

E por vezes me senti sozinho
Claro que ninguém percebeu
Quem come acha que o pão já nasce pronto
Nem sabe o trabalho que deu

E eu fui um disco rodando no fim
O cantor na churrascaria cantando sozim
Tipo a criança cheia de brinquedo
Sem nenhum amiguinho pra brincar

O último gole do último bêbado
Sentado no último bar
Triste como um dia de folga sem sol
Sozim como o operador de um farol

A vida é mesmo assim
Uma peça que é só tua
Coração de camarim

As veis meu coração é palco
As veis ele é camarim
Penso em jogar tudo pro alto
Depois recomeço do fim

E por fazer o que ninguém quis fazer
Por cantar o que ninguém quis cantar
Dá a cara pra bater
E crê quando ninguém quis acreditar

O circo pegou fogo correram, fiquei
Tentei salvar o que eu tinha
Briguei com Deus e os bombeiro, lutei
Mas não abandonei nenhuma linha

Fui caneta sem tinta tentando escrever
Ferindo o papel, machucando, até que
Aprendi quando vi a folha rasgada
Não existe vida sem carga

A vida é mesmo assim
Uma peça que é só tua
Coração de camarim

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir